Tudo sobre música, leitura e opinião de qualidade
Translate blog
Fãs do Facebook

Redes Sociais




Seguidores do Google

Seguidores diHITT

Total de visualizações
  • 34255Total de leituras:
  • 6Leituras de hoje:
  • 26Leituras de ontem:
  • 102Leituras da semana passada:
  • 202Leituras por mês:
  • 22136Total de visitas:
  • 6Visitas de hoje:
  • 26Visitas de ontem:
  • 94Visitas da semana passada:
  • 193Visitas por mês:
  • 13Média de visitas por dia:
  • 0Visitantes que estão online:
Nossos Parceiros
Faça parceria conosco!


Calendário
agosto 2017
S T Q Q S S D
« jul   set »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Arquivo do mês: agosto 2017

R.E.M. – Drive

Costumo dizer que o rock dos anos 80 tem dois grandes gigantes:

Um deles, fácil de ser adivinhado é o U2, agora qual seria o outro gigante?

Para muitos pode ser o Guns n’ Roses, ou ainda o Depeche Mode o New Order que de fato foram grandes sensações dos anos 80.

Mas eu prefiro dizer que o segundo gigante é o REM.

Neles há a essência do folk rock desde Bob Dylan até Neil Young só que com guitarras distorcidas e cruas muito características do rock alternativo, que viria a explodir na década seguinte.

Poderíamos dizer também que o REM foi uma grande influência de Pearl Jam e Creed.

A banda nos seus 31 anos de carreira (1980 à 2011) emplacou dezenas de hits e clássicos do rock e lançou 15 álbuns de estúdio.

Drive faz parte do disco Automatic for the People (1992). Confira abaixo este grande clássico:

Continue lendo a postagem


Depeche Mode – Soothe My Soul (Live on Letterman)

Você já ouviu um punk eletrônico?

Você pode estar pensando: esse cara pirou de vez.

Mas isso é perfeitamente possível com o Depeche Mode.

Dave Gahan, antes do sucesso com sua banda, era visto no final dos anos 70 na cena punk da Inglaterra, inclusive andava muito junto com John Lydon, vocal dos Sex Pistols.

Neste som, do álbum Delta Machine, você sente a vibração punk, não propriamente no ritmo, mas sim na energia primitiva que a música passa.

Muitos amam Depeche Mode enquanto outros muitos odeiam.

O que ninguém pode negar é que elas são patrimônio e uma referência absoluta de toda a geração rock de bandas dos anos 90, que no ápice da carreira do Depeche Mode, eram adolescentes e ou recém adultos querendo mudar o mundo.

Confira essa sonzeira logo abaixo:

Continue lendo a postagem


Van Halen – Humans Being

De todos os pertardos hard rock dessa banda, a mais pesada e furiosa de todas é esse som.

Faixa extra do The Best Of Van Halen volume I, é também a última faixa gravada com Sammy Hagar no vocal.

Que me perdoe os fans que preferem David Lee Roth, mas o mesmo não tem gogó suficiente para cantar essa paulada hard rocker.

Com Sammy Hagar o Van Halen viveu sua melhor fase, alcançando os primeiros lugares das paradas a cada novo lançamento de disco.

Com David Lee Roth o Van Halen acumulou mais clássicos do rock, mas com Sammy Hagar o som do Van Halen é muito mais enérgico e rock n’ roll é sinônimo de energia.

Confira abaixo, esse sonzaço na íntegra:

Continue lendo a postagem