Tudo sobre música, leitura e opinião de qualidade
Translate blog
Fãs do Facebook

Redes Sociais




Seguidores do Google

Seguidores diHITT

Total de visualizações
  • 34653Total de leituras:
  • 7Leituras de hoje:
  • 7Leituras de ontem:
  • 57Leituras da semana passada:
  • 193Leituras por mês:
  • 22507Total de visitas:
  • 5Visitas de hoje:
  • 6Visitas de ontem:
  • 52Visitas da semana passada:
  • 184Visitas por mês:
  • 7Média de visitas por dia:
  • 0Visitantes que estão online:
Nossos Parceiros
Faça parceria conosco!


Calendário
janeiro 2018
S T Q Q S S D
« dez    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

creed

Creed – With Arms Wide Open – Legendado

creedQuando estouraram nas paradas em meados de 1998, muitos o comparavam ao Pearl Jam.

Mas logo, com as letras mais reflexivas (e as vezes obscuras) e com a muralha de guitarras desencadeada pelo genial John Tremonti, se via mais uma grande banda surgida no pós grunge, a exemplo do Foo Fighters nos EUA e do Bush na Inglaterra.

E a frente de tudo isso, Scott Tapp, um grande letrista nato e com um timbre de voz tão abençoado quanto do Eddie Vedder.

Essa música, que sem dúvida é uma das mais iluminada canta a experiência de Scott Tapp ser pai pela primeira vez.

Aumenta o som, por que é canção de qualidade, clássico do rock!

Continue lendo a postagem


5 covers musicais que superaram os originais

Como bom ouvinte não só de rock, mas de música em geral muitas vezes fico pasmo como um versão (cover) de artistas do mesmo estilo musical ou ás vezes até distintos ficam muito acima do original.

Pensando nisto resolvi fazer este post sobre o tema com foco no rock, mas também dando exemplos do blues e do pop, veja se você concorda com o meu TOP FIVE COVERS.

1: Creed – Eighteen (Alice Cooper)

Em seu primeiro album de 1995 que só foi estourar dois anos depois, existe essa magistral versão de um dos clássicos absolutos de Alice Cooper, a grande tia bruxa travestida do rock n’ roll em seus quase 60 anos de existência. Eles fizeram a música de um glam metal virar quase que um hard metal (mais peso e vigor no som). Confira aí:

Continue lendo a postagem…