Tudo sobre música, leitura e opinião de qualidade
Translate blog
Fãs do Facebook

Redes Sociais




Seguidores do Google

Seguidores diHITT

Total de visualizações
  • 34255Total de leituras:
  • 6Leituras de hoje:
  • 26Leituras de ontem:
  • 102Leituras da semana passada:
  • 202Leituras por mês:
  • 22136Total de visitas:
  • 6Visitas de hoje:
  • 26Visitas de ontem:
  • 94Visitas da semana passada:
  • 193Visitas por mês:
  • 13Média de visitas por dia:
  • 0Visitantes que estão online:
Nossos Parceiros
Faça parceria conosco!


Calendário
dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

hard rock

Kiss – Rock And Roll All Nite (live acoustic)

Um dos clássicos mais emblemáticos do rock n’ roll numa versão Deluxe:

Totalmente acústica, e com todos os membros que passaram pela banda sem as máscaras maquiadas.

Uma sinfonia hard rocker com duas baterias, dois baixos e dois violões e todos cantando “rock n’ roll toda a noite” por que o rock não tem hora para acabar.

O que eu mais gosto do KISS é essa energia e êxtase de suas músicas sem firulas, solos mirabolantes ou músicas enormes, simplesmente eles fazem o velho e bom rock n’ roll básico.

Confira abaixo esse grande momento da banda:

Continue lendo a postagem


Jonny Lang – Lie to me (Live in GERMANY 1999)

Um dos estilos mais explosivos da música contemporânea é o tal do hard rock.

Isso fica ainda mais evidente quando executado por um bluesman que tem influências de Stevie Ray Vaughan, Albert Collins e Luther Alisson.

Jonny Lang com na época apenas 18 anos de idade toca mais do que muito guitarrista de blues com 40 anos de carreira e leva multidões a loucura na turnê do seu 3º álbum Wander this World lançado em 1998.

Com uma voz inconfundível e uma técnica indescritível para quem tinha apenas 18 anos, Jonny Lang foi o grande artista revelação do final dos anos 90, trazendo o blues para o público jovem e tocando rock como muitos não faziam mais.

Confira o som abaixo e encante com toda a maestria de Jonny Lang.

Continue lendo a postagem


The Black Crowes – Miracle To Me

O Black Crowes é a banda dos anos 90 que tem as raízes mais profundas no rock dos anos 60 e 70.

Fica claro em seus violões, guitarras e pianos o grande casamento de Rolling Stones com The Faces.

E de quebra eles ainda tem o Jimmy Page como o grande fan ilustre.

A canção, que a princípio pode parecer religiosa pela tradução de seu título (Milagre para mim) na verdade é umas das canções de amor mais intimistas e sinceras que já ouvi na vida.

Sem mais delongas, curta abaixo a música com a sua  tradução:

Continue lendo a postagem


Led Zeppelin: Heartbreaker – Live Earls Court

Quando os gigantes caminhavam sobre a Terra… Diz o slogan da biografia não oficial mais famosa deles!

O que o grupo em si reune de melhor: Poderiamos citar dezenas de qualidades mas vou resumir todas numa única expressão:

O melhor vocalista e baterista de todos os tempos da música comtemporânea (Robert Plant e John Bonham) com o mais versátil guitarrista e baixista de todos os tempos também da música comtemporânea (Jimmy Page e John Paul Jones).

Esses quatro monstros lendários do rock não tornaram o Led Zeppelin a melhor banda da história do rock mas levou esse mesmo rock n’ roll a um patamar musical tão técnico quanto o Jazz, seja no hard rock com incursão no blues, seja o rock com incursão na folk music.

Continue lendo a postagem…


Alice in Chains – Black gives away to blue (2009)

 

AIC - formação atualNesta seção dedicada ao retorno de bandas de rock até então desacreditadas pela crítica e público quanto a sua qualidade e valia nada mais sensato e justo começar por essa banda que foi a segunda mais bem sucedida em vendas e execução nas rádios do Grunge e que só não alçou voos maiores no sentido de ser a melhor banda de rock dos anos 90 por causa do grave envolvimento que os membros tiveram com heroína, o que acabou levando o seu vocalista Layne Staley ( um dos maiores cantores que o rock teve ) a morte.

A banda que em sua formação original conciliava o peso de Black Sabbath com a técnica hard rock nos solo de bandas como Van Halen através da guitarra de Jerry Cantrell e liderados por um cantor de timbre de voz incomum e alcance vocal nas oitavas muito acima dos demais cantores de rock daquela época, que cantava sobre morte, impotência diante do vício, barbáries da guerra e depressão por falta de motivação para viver num hard metal técnico e elaborado oras mesclados com músicas acusticas melancólicas de complexas harmonias.

Desde o terceiro e último álbum de estúdio com Layne Staley vivo de 1995 auto intitulado com o nome da banda até o quarto álbum de retorno Black gives away to blue, com o novo vocalista William Duvall em 2009, Layne se confinou no vício de 1997 até a inevitável morte em 2002 e Jerry Cantrell lançou dois albuns solos excepcionais de 1998 à 2002, até que os remanescentes voltaram a tocar ao vivo em 2004, testando vários vocalistas e analisando se deveriam continuar como Alice in Chains ou formar outra banda e conceito musical, eles efetivaram Duvall como vocalista oficial em 2007 e dois anos após lançaram este álbum voltando a ativa oficialmente.

Continue lendo a postagem…


Whitesnake – Live em Personal Fest / Argentina 2013

Se eu perguntasse a vocês qual a melhor banda de hard rock do mundo atualmente o que vocês responderiam? Aerosmith ou AC/DC? Provavelmente estão equivocados, o Whitesnake neste show prova que é a melhor do mundo no hard rock. Com dois guitarristas virtuoses que dão um vigor novo as canções clássicas além das canções novas que são ótimas e super técnicas ainda vemos no meio do show o baterista fazer uma jam e no final trocar as baquetas pelas mãos para tocar a bateria, como John Bonham costumava fazer nos anos 70 com o lendário Led Zeppelin.

 E aí, curtiram o som dos caras? Conhecem alguma outra melhor? Deixe o seu comentário, o bom rock n’ roll agradece!!!


Audioslave – Audioslave (2002)

Audioslave2002

Era o ano de 2002. Naquela época ligávamos na MTV Brasil e o que se via era um monte de boy band e cantoras pop belíssimas de talento muito duvidoso, a única grande revelação do momento no rock era o The Strokes mas que não inovava em nada o rock n’ roll, apenas copiava de forma mais melódica o estilo de som do The Stooges (a banda pai e precurssora do que viria a ser o punk rock no final dos anos 70).

Num belo dia vejo tocar na MTV Brasil uma banda com o vocalista do findado Soundgarden e com os músicos do findado Rage Against the Machine. Eis que surgia ali a maior e melhor banda de rock da década 2000, mesmo com uma carreira de apenas 5 anos de duração.

Formada por Chris Cornell, (vocal e guitarra), Tom Morello (guitarra), Tim Commerford (baixo e backing vocal) e Brad Wilk (bateria). O Audioslave além de ter influência das bandas antecessoras de seus integrantes, bebia do grunge em geral como influência musical mesclando especificamente nas guitarras com o som hard rock dos anos 80, só que com menos esbanjamento técnico e mais peso e vigor no som, caracterizando um hard metal pós – grunge bem peculiar.

Continue lendo a postagem…


Whitesnake – Good to be bad (2008)

A indicação que faço agora é um dos nomes de peso do hard rock dos anos 70: WHITESNAKE. A banda iniciou sua carreira no  final dos anos 70 após a saída do cantor David Coverdale do Deep Purple. Apesar do evidente peso e energia de suas canções, é uma banda cuja a temática das letras gira em torno de relacionamentos amorosos, mas a banda está muito longe de fazer um hard rock romântico clichê como o do Bon Jovi ou os últimos trabalhos de estúdio do Aerosmith. Esse álbum Good to be bad, foi o primeiro trabalho de inéditas do Whitesnake desde o Restless Heart de 1997 e marcou a comemoração dos 30 anos de carreira da banda.

 

Na tua opinião, qual a melhor banda de hard rock em atividade?