Tudo sobre música, leitura e opinião de qualidade
Translate blog
Fãs do Facebook

Redes Sociais




Seguidores do Google

Seguidores diHITT

Total de visualizações
  • 34255Total de leituras:
  • 6Leituras de hoje:
  • 26Leituras de ontem:
  • 102Leituras da semana passada:
  • 202Leituras por mês:
  • 22136Total de visitas:
  • 6Visitas de hoje:
  • 26Visitas de ontem:
  • 94Visitas da semana passada:
  • 193Visitas por mês:
  • 13Média de visitas por dia:
  • 0Visitantes que estão online:
Nossos Parceiros
Faça parceria conosco!


Calendário
dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

heavy metal

Skunk Anansie – Acústico ao vivo em Londres 2013

 

Quando o assunto é as bandas inglesas dos anos 90, todos reverenciam o Radiohead e sua genialidade no rock alternativo, todos lembram da rivalidade entre os integrantes do Oasis e Blur, e também do The Verve que poderia ter dominado o mundo se não tivesse dado uma pausa na carreira justo no seu auge.

Agora quem conhece uma banda inglesa chamada Skunk Anansie? Certamente vocês já ouviram canções desta banda em trilhas sonoras de filmes, porém a banda é muito mais que isso, com 5 discos de estudio e um greatest hits, o Skunk Anansie com a origem social humilde de sua vocalista Deborah Skin D’yer e mais os outros integrantes da banda que são de etnias diferentes entre si, aliados a uma fusão explosiva de metal com rock alternativo que cantava contra o preconceito racial, social e sexual e contra a política corrupta do mundo, eles sempre trilharam o caminho do submundo do rock inglês tanto é que fazem shows apenas na Europa e Japão onde eles tem um público consolidado.

Continue lendo a postagem…


Alice in Chains – Black gives away to blue (2009)

 

AIC - formação atualNesta seção dedicada ao retorno de bandas de rock até então desacreditadas pela crítica e público quanto a sua qualidade e valia nada mais sensato e justo começar por essa banda que foi a segunda mais bem sucedida em vendas e execução nas rádios do Grunge e que só não alçou voos maiores no sentido de ser a melhor banda de rock dos anos 90 por causa do grave envolvimento que os membros tiveram com heroína, o que acabou levando o seu vocalista Layne Staley ( um dos maiores cantores que o rock teve ) a morte.

A banda que em sua formação original conciliava o peso de Black Sabbath com a técnica hard rock nos solo de bandas como Van Halen através da guitarra de Jerry Cantrell e liderados por um cantor de timbre de voz incomum e alcance vocal nas oitavas muito acima dos demais cantores de rock daquela época, que cantava sobre morte, impotência diante do vício, barbáries da guerra e depressão por falta de motivação para viver num hard metal técnico e elaborado oras mesclados com músicas acusticas melancólicas de complexas harmonias.

Desde o terceiro e último álbum de estúdio com Layne Staley vivo de 1995 auto intitulado com o nome da banda até o quarto álbum de retorno Black gives away to blue, com o novo vocalista William Duvall em 2009, Layne se confinou no vício de 1997 até a inevitável morte em 2002 e Jerry Cantrell lançou dois albuns solos excepcionais de 1998 à 2002, até que os remanescentes voltaram a tocar ao vivo em 2004, testando vários vocalistas e analisando se deveriam continuar como Alice in Chains ou formar outra banda e conceito musical, eles efetivaram Duvall como vocalista oficial em 2007 e dois anos após lançaram este álbum voltando a ativa oficialmente.

Continue lendo a postagem…


Audioslave – Audioslave (2002)

Audioslave2002

Era o ano de 2002. Naquela época ligávamos na MTV Brasil e o que se via era um monte de boy band e cantoras pop belíssimas de talento muito duvidoso, a única grande revelação do momento no rock era o The Strokes mas que não inovava em nada o rock n’ roll, apenas copiava de forma mais melódica o estilo de som do The Stooges (a banda pai e precurssora do que viria a ser o punk rock no final dos anos 70).

Num belo dia vejo tocar na MTV Brasil uma banda com o vocalista do findado Soundgarden e com os músicos do findado Rage Against the Machine. Eis que surgia ali a maior e melhor banda de rock da década 2000, mesmo com uma carreira de apenas 5 anos de duração.

Formada por Chris Cornell, (vocal e guitarra), Tom Morello (guitarra), Tim Commerford (baixo e backing vocal) e Brad Wilk (bateria). O Audioslave além de ter influência das bandas antecessoras de seus integrantes, bebia do grunge em geral como influência musical mesclando especificamente nas guitarras com o som hard rock dos anos 80, só que com menos esbanjamento técnico e mais peso e vigor no som, caracterizando um hard metal pós – grunge bem peculiar.

Continue lendo a postagem…


Black Sabbath – 13

220px-Black_Sabbath_13

Este é o final do começo / ou o começo do fim… Este são os primeiros versos do triunfal e emblemático retorno dos pais e precursores do heavy metal com Ozzy Osbourne nos vocais juntamente com Tony Iommi e Geezer Butler após 35 anos da separação em 1978. A ausência neste trabalho é de Bill Ward por divergências em questões contratuais. Em 13 o Black Sabbath não teve a pretensão de fazer um heavy metal moderno e sim resgatar o espírito dos 6 primeiros álbuns da formação clássica e original da banda, conseguindo isso com extremo êxito para  deleite dos fãs. Já na temática das letras entra questões como vida e morte, valores morais corrompidos, desregramento sócio – político – religiosos de um mundo decadente e sem salvação.

Continue lendo a postagem…