Tudo sobre música, leitura e opinião de qualidade
Translate blog
Fãs do Facebook

Redes Sociais




Seguidores do Google

Seguidores diHITT

Total de visualizações
  • 34255Total de leituras:
  • 6Leituras de hoje:
  • 26Leituras de ontem:
  • 102Leituras da semana passada:
  • 202Leituras por mês:
  • 22136Total de visitas:
  • 6Visitas de hoje:
  • 26Visitas de ontem:
  • 94Visitas da semana passada:
  • 193Visitas por mês:
  • 13Média de visitas por dia:
  • 0Visitantes que estão online:
Nossos Parceiros
Faça parceria conosco!


Calendário
dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Ian Astbury

The Cult – Love Removal Machine

The Cult é uma banda britânica que começou suas atividades musicais em 1983.

Apesar de terem começado a carreira musical na época do pós punk, a banda em si tem como grandes influências o rock dos anos 60 e 70, entre eles o The Doors, Jimi Hendrix e Led Zeppelin.

O seu primeiro disco de grande sucesso é Love (1985), segundo da discografia da banda e que também é uma grande homenagem sonora e musical as suas principais influências dos anos 60 e 70.

Enquanto bandas da época como Depeche Mode e New Order investiam na sonoridade eletrônica, o The Cult sempre reverenciou o rock básico com guitarras rítmicas e distorcidas

Ao longo de 34 anos de carreira com dois hiatos (1995 a 2001) e (2002 a 2006) o The Cult lançou 10 discos de estúdio:

 

A formação atual da banda é:

Membros

  • Ian Astbury – voz principal, percussão (1983–1995, 1999–presente)
  • Billy Duffy – guitarra (1983–1995, 1999–presente)
  • Grant Fitzpatrick – baixo (–presente)
  • Damon Fox – Teclados , guitarra base e vocais
  • John Tempesta – bateria (2006–presente)
Músicos de apoio
  • .James Stevenson -guitarra ritmica [94-95 e retornou a banda com a saida de Mike Dimkich ] ex-Chelsea com Billy Idol , Jene Loves Jezebel , Kim Wilde , Generation x etc
  • Mike Dimkich – guitarra rítmica (1993–1994, 1999–presente)

Confira abaixo, o primeiro hit de Electric, considerado o álbum mais clássico da banda:
Continue lendo a postagem