Tudo sobre música, leitura e opinião de qualidade
Translate blog
Fãs do Facebook

Redes Sociais




Seguidores do Google

Seguidores diHITT

Total de visualizações
  • 38138Total de leituras:
  • 6Leituras de hoje:
  • 74Leituras de ontem:
  • 434Leituras da semana passada:
  • 779Leituras por mês:
  • 25481Total de visitas:
  • 6Visitas de hoje:
  • 71Visitas de ontem:
  • 415Visitas da semana passada:
  • 751Visitas por mês:
  • 58Média de visitas por dia:
  • 0Visitantes que estão online:
Nossos Parceiros
Faça parceria conosco!


Calendário
novembro 2018
S T Q Q S S D
« out    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

rock anos 90

Morrissey – Alma Matters

Essa canção é do excepcional álbum Maladjusted, sexto álbum de estúdio solo do cantor Britânico Morrissey. Foi lançado em Agosto de 1997 tendo atingido a 8ª posição nos tops do Reino Unido. Teve como singles “Alma Matters”, “Roy’s Keen” e “Satan Rejected My Soul”.

Um disco emotivo, intenso e intimista no talo da alma, na época de seu lançamento, Morrissey disse que em Maladjusted ele tinha dado o melhor dele como cantor e compositor.

E realmente é um dos seus melhores álbuns da carreira e que muito o simboliza como cantor e poeta no rock mundial, estatus que o acompanha desde os primórdios do The Smiths.

Esse álbum só não alçou voos maiores, pois no cenário inglês o Oasis tinha lançado o Be Here Now e ainda tinha a explosão do The Verve com o disco Human Hymns.

Confira então logo abaixo o vídeo clipe oficial dessa grande canção:

Continue lendo a postagem


Smashing Pumpkins – Gish (1991)

Gish é o album de estreia da banda que viria a ser alguns anos depois a mais alternativa e psicodélica dos anos 90, ao fazer a fusão de rock alternativo com hard metal dentro de um universo dark.

No ano de lançamento o album passou batido pela grande mídia, tendo em vista que neste ano bandas como Nirvana e Pearl Jam estavam no auge do sucesso com os respectivos discos Nevermind e Ten.

Mas mesmo assim, Gish tem sua grande parcela de contribuição pois influenciou outras grandes bandas do rock dos anos 90, em especial a sonoridade dos dois primeiros álbuns do Placebo.

Como hits, podemos citar I am One, Siva, Rhinoceros, e Daydream, está cantada pela baixista D’arcy.

O disco mostra também um promissor Jimmy Chamberlain nas baquetas, sendo atualmente o mesmo frequentemente citado entre os maiores bateristas de todos os tempos do rock.

Gish era uma boa amostra do quanto os anos 90 traria de volta a energia e atitude para o rock, algo que ficou meio perdido no rock dos anos 80 com muitas bandas se embrenhando nos sintetizadores e deixando as guitarras de lado.

Confira abaixo o som desse disco clássico e histórico:

Continue lendo a postagem


Foo Fighters (1995) – Full Album

Quando o Nirvana acabou, com o suicídio de Kurt Cobain ninguém esperava que dali surgiria outra grande banda de rock americana.

Um ano depois, em 1995 Dave Grohl que era baterista do Nirvana lançou o primeiro álbum do Foo Fighters.

Na época ele gravou todos os instrumentos, bateria, baixo, guitarra e violão, sua primeira amostra ao mundo do músico versátil e talentoso que é até hoje.

Destaque para os hits This is a call, I’ll stick around, Big Me, além das excelentes faixas Good Grief e X-Static.

Confira abaixo o álbum de estréia deles na integra:

Continue lendo a postagem


Stone temple pilots – Dancing days (unplugged Las Vegas 1999)

Stone Temple Pilots já é naturalmente bom e estiloso no som.

Isso fica mais ainda em evidência quando eles escolhem um super clássico do Led Zeppelin para interpretar.

Aliás, de certa forma, podemos dizer que eles são o Led Zeppelin do Grunge, só que de maneira mais punker e distorcida.

Tanto Jimmy Page, quanto Robert De Leo são excelentes criadores de riffs inconfundíveis e absolutos.

E Scott Weiland o cantor mais performático do rock dos anos 90, sentimos muito o seu falecimento e ausência na música atual.

Confira então logo abaixo essa grande versão de Dancing Days.

Continue lendo a postagem


SUEDE – ANIMAL NITRATE – (LIVE IN PARIS 2013)

suedeO Suede é um quinteto inglês formado em 1989 e que lançou o seu primeiro disco em 1993 com o nome homônimo da banda.

O Suede ajudou a solidificar o movimento do rock inglês dos anos 90 chamado britpop, que tem como o seus grandes representantes o Oasis e o Blur.

Vale lembrar que o Pai absoluto do britpop são os Stone Roses uma banda que beira a genialidade do seus irmãos americanos do Sonic Youth.

Continue lendo a postagem


Creed – With Arms Wide Open – Legendado

creedQuando estouraram nas paradas em meados de 1998, muitos o comparavam ao Pearl Jam.

Mas logo, com as letras mais reflexivas (e as vezes obscuras) e com a muralha de guitarras desencadeada pelo genial John Tremonti, se via mais uma grande banda surgida no pós grunge, a exemplo do Foo Fighters nos EUA e do Bush na Inglaterra.

E a frente de tudo isso, Scott Tapp, um grande letrista nato e com um timbre de voz tão abençoado quanto do Eddie Vedder.

Essa música, que sem dúvida é uma das mais iluminada canta a experiência de Scott Tapp ser pai pela primeira vez.

Aumenta o som, por que é canção de qualidade, clássico do rock!

Continue lendo a postagem


Radiohead – No surprises (live 2003)

Esta é bem a caráter da categoria cantinho romântico.

Porque quando você ouve essa música a primeira coisa que vem a cabeça é dormir agarradinho de conchinha com a pessoa amada afagando-lhes os cabelos.

E essa música é de 17 anos atrás mas que não perdeu o seu primor, singeleza e delicadeza.

Só mesmo Thom Yorke e companhia para fazer um belo diamante desse em forma de música.

 

 


As cinco melhores canções do rock internacional dos anos 90

Pela temática do blog, já deu para perceber que eu sou um grande amante do rock n’ roll, mas o rock de verdade feito com atitude, poesia e talento. Apesar de ter ouvido rock pela primeira vez em 1987 aos 7 anos de idade, me cconverti para o estilo em 1991 aos 11 anos de idade com a explosão do Grunge com Nirvana e compania, ao longo desta década fui ouvindo outros gêneros do estilo como o rock alternativo, bandas hard rock como o Aerosmith e Bon Jovi e outras bandas de décadas passada, e também fui mais um que se encantou com a poesia e melodia de Legião Urbana.

Então trago para esta postagem as cinco músicas que ao meu ver são as melhores dos anos 90 não por termos técnicos a serem debatidos entre músicos, mas por serem músicas que marcaram a sua época de lançamento e que ao mesmo tempo são da fase mais aurea destas bandas que surgiram e lançaram seus primeiros trabalhos nos anos 90.

Nirvana – Territorial Pissings (1991)

Do aclamadíssimo Nevermind tido pela crítica musical como o melhor disco dos anos 90 e que foi o marco de uma geração através do grunge de Seattle, Kurt Cobain e Cia neste disco recriam a forma de tocar punk rock com muito mais peso e acordes em relação ao punk clássico dos anos 70 praticado por Sex Pistols, Ramones, Dead Kennedys e Buzzcocks. Pena que justamente o peso do sucesso e de ser o Messias de uma geração acabou levando Kurt Cobain a constantes overdoses de heroína, até que o mesmo pôs fim em sua vida e na carreira da banda suicidando – se entrando para o rol dos mitos do rock como Jimi Hendrix, Jim Morrison e tantos outros.

Continue lendo a postagem…