Tudo sobre música, leitura e opinião de qualidade
Translate blog
Fãs do Facebook

Redes Sociais




Seguidores do Google

Seguidores diHITT

Total de visualizações
  • 36392Total de leituras:
  • 3Leituras de hoje:
  • 4Leituras de ontem:
  • 37Leituras da semana passada:
  • 135Leituras por mês:
  • 23927Total de visitas:
  • 3Visitas de hoje:
  • 4Visitas de ontem:
  • 35Visitas da semana passada:
  • 112Visitas por mês:
  • 4.57Média de visitas por dia:
  • 0Visitantes que estão online:
Nossos Parceiros
Faça parceria conosco!


Calendário
julho 2018
S T Q Q S S D
« jun    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Siouxie Sioux

The Cure – The Last Day Of Summer

Ouço rock n roll desde os 11 anos de idade e somente aos quase 38 anos que finalmente me rendo aos encantos desta banda.

Quando ouvia The Cure pela rádio com Boys don’t cry ou Friday I’m in love geralmente o pensamento era: que gótico de araque esses caras são…

Mas dias atrás, muito mal e lembrando do passado sombrio comecei ouvir outras canções deles e me encantei com com as letras sombrias e depressivas e essa deste post me aquietou o coração.

A magia das guitarras em timbres medianos o teclado harmonioso com um violão que toca o juízo final nos ouvidos.

Hoje reconheço que o The Cure é um dos pilares do rock gótico, muito respeito e reverência a Robert Smith e companhia.

Confira esse grande som ao vivo e legendado.

Continue lendo a postagem


PJ Harvey – A Place Called Home

Taí um monstro no melhor sentido da palavra do rock feminino que deveria falar mais vezes no blog.

Tida como a grande voz e artista do rock alternativo entre as cantoras de rock, PJ Harvey tem a crueza de Patti Smith fundido no lado camaleônico de David Bowie.

Ela mesma diz que de um álbum anterior para o próximo sempre procura se reinventar, sem soar como uma cópia ou repetição do que fez no passado.

Sua carreira começou com a sonoridade o mais distorcida possível, passou pelas nuancias do blues, folk e pop até chegar ao estilo medieval, jazz e percussão.

Lógico que considerando toda a sua carreira teve os discos que se destacaram mais, como:

 

  • Rid of me (1993)
  • Stories from the city, stories from the sea (2000)
  • A woman a man walked by (2009)

O que posso garantir a vocês é que com a PJ Harvey não tem disco ruim, todos são de uma grande riqueza musical.

Confira abaixo então um dos seus maiores sucessos em vídeo clipe

Continue lendo a postagem