Madonna – Bad Girl (Disco Erótica – 1992)

MadonnaA melhor música do melhor disco da maior cantora pop de todos os tempos.

Talvez, dos últimos 100 anos, a Madonna seja a mulher mais fantástica e revolucionária que este mundo viu em vida.

Em Erótica, a Madonna atinge a sua maturidade musical, não tem mais aquela voz esganiçada de I Like Virgin.

Assim como soa mais relevante do que canções pop perfeitas como Holiday e é muito mais desafiadora do que em Like A Prayer.

Entretanto, nem tudo é perfeito, vendo-se aos 60 anos de idade obrigada a fazer parceria com a Anitta, que tem um “universo musical” completamente diferente e menor que o dela, para show business  das gravadoras.

Com certeza prefiro a Madonna cantando e tocando ao lado da Taylor Swift a nível de exemplo.

Bad Girl é a síntese daquela mulher irresistível e tão sedutora que não só alucina e destrói com qualquer homem…

…muitas vezes também destrói a si mesmo.

Numa interpretação vocal única, que ela alterna graves e agudos com extrema beleza (ela não é desafinada não Caetano Veloso…) conta a história da mulher que destrói o homem que ama pelo sentimento que sente por ele, mas que não condizem com suas atitudes cotidianas.

Além disso, o clipe tem um enredo tão intrigante, que até hoje quase 30 anos depois, não sei se é ela que morre no fim, ou se é uma sósia dela em seu lugar.

O que faz também um dos seus melhores vídeo clipe que superaria até os da era de Ray of light (álbum de 1998).

É um disco que faz bem a ouvintes de boa música.

Lógico, não dá para pedir que fãs de trash metal do tipo Slayer ou punk underground do tipo Fugazi queiram ouvir essa música..

…A não ser que eles estejam a beira da piscina completamente bêbados a 6 da manhã, rsrs.

Confira abaixo o vídeo clipe dessa obra de arte musical:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *